Lista de Desejos Depoimentos
Acessar página inicial
Garibaldi




Símbolo oficial do Município
O logotipo "Garibaldi - Terra do Champanha" foi criado em 1990, pelo arquiteto André Rigoni

Emancipação da cidade: 31 de outubro de 1900
Localização: Encosta Superior do Nordeste
Área: 169,69 km²
Altitude: 613m
Clima: Subtropical (-3ºC a 36ºC)

 

 



História da Cidade

Garibaldi, nome de muita força, nome de um Guerreiro que deu "seu sangue" pelas terras do sul, enfrentou muitas batalhas, muitos caminhos tortuosos, mas foi um grande vencedor.
Vencedor é o povo desta terra que leva o nome deste Guerreiro; povo trabalhador que não se intimidou em desbravar essas terras.
Terra essa que já se chamou um dia Colônia Conde D'Eu, nome esse dado em homenagem ao esposo da Princesa Isabel, filha de D. Pedro II, ex- imperador do Brasil.-Conde D'Eu príncipe, militar brasileiro (Luiz Gastão de Orleans)-,Colônia essa situada à direita e à esquerda para quem ia de Maratá ao Rio das Antas.
Em 31 de outubro de 1900, foi desmembrado do território de Bento Gonçalves, seu 2º distrito, ex-colônia Conde D'Eu, que em virtude de um decreto, passou a categoria de município, com a denominação de Garibaldi.
O povo deste município foi motivado pela fé e, incentivados pela fertilidade do solo de sua nova terra, o colono foi cultivando essas terras que o governo lhe havia dado, hoje próspera região colonial italiana.
Em 1870 chegaram cerca de 15 famílias Alemãs, que ali encontraram alguns Portugueses e índios Kaingangs; estes imigrantes receberam ajuda do governo para construir suas casas e ferramentas para iniciar a lavoura.
No ano 1874 se iniciou a vinda de Imigrantes Italianos para a Região, onde logo começaram a plantar trigo, milho e, principalmente a videira. Construiram suas casas em madeira e depois alvenaria.
O Tropeirismo também teve importância, pois alguns não usavam só como ponto de passagem, mas sim como moradia, e enfrentaram muitos animais selvagens.
Sua Colonização foi feita por uma mistura de etnias Européias, mas a Italiana predominou;
hoje ao andarmos pelo município, veremos muito do que esses colonos nos deixaram, a arquitetura é a que mais chama a atenção, com seus belos casarões e com a religiosidade, no seu maior exemplo a Paróquia São Pedro; não podemos deixar de falar de uma pequena capela que fica no alto da colina, a qual parece estar olhando por seu povo e o protegendo, capela essa chamada de ”Ermida Nossa Senhora de Fátima”, belo local para se visitar e se sentir mais próximo à Deus.
Não é só a arquitetura que chama a atenção, a simplicidade do povo do interior nos remete ao aconchego, as coisas da terra, ao alimento produzido, ou seja, aquele sabor de comida caseira, sabor que lembra vovó, sabor este que pode ser desfrutado no interior, que por sinal leva o nome de Estrada do Sabor. Locais estes, onde você poder ver como os alimentos são cultivados, podendo assim saboreá-los. Nestes mesmos locais você pode ver também belos parerais, que no inverno com suas belas folhas douradas, nos remetem à uma viagem no tempo, onde pode-se fazer passeios entre vinhas e vales e conhecer a cultura que estabeleceu a atitude encantadora da Serra Gaúcha.

Saiba mais...www.garibaldi.rs.gov.br

 

  Garibaldi
Garibaldi
Atrações Turísticas
Apoio ao Visitante
Cantinas e Vinícolas
Comércio e Serviços
Educação
Eventos e Feiras
Gastronomia
Galeria de Fotos
Hotéis e Pousadas
Passeios e Aventuras
Poder Público
Roteiros Religiosos